Enviar Sugestão ou Reclamação

X
Nome Telefone E-mail
Administração
Secretaria
Autarquia
Dica, Sugestão ou Reclamação Enivar fotos
Enviar Sugestão ou Reclamações

Alô GDF - cuidando da sua cidade

PUBLICIDADE

Caps são protagonistas na luta contra as drogas

19/08/2019 16:10

Centro atende dependentes químicos que buscam ajuda para se livrar do vício

Caps são protagonistas na luta contra as drogas
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

FONTE: AGÊNCIA BRASÍLIA

De acordo com o médico psiquiatra Ronaldo da Silva, cerca de 70% dos casos de dependência química ou alcoólica estão relacionados a problemas psiquiátricos. “A base disso, geralmente, são os transtornos psiquiátricos, que dão sinais ainda na infância, na adolescência. Há algumas bases genéticas que levam ao uso de certas substâncias”, explica.

Todos os pacientes recebem acompanhamento multidisciplinar, ofertado por médico clínico, psiquiatra e psicólogo para auxiliar no tratamento junto às equipes de enfermagem, serviço social e terapia ocupacional. Outro serviço oferecido neste centro é o de acolhimento integral, quando o paciente fica internado na enfermaria para desintoxicação ou outros cuidados de saúde.

Tratamento
“Não me deixe desistir de você”. Esta súplica é da Marlene*, mãe de Pedro* (nomes fictícios), usuário de crack. Há cerca de um ano ele buscou ajuda no Caps. E a mãe repete a rogativa ao filho diariamente. “Não é fácil”, confessa. “Às vezes, eu sou até agressiva, mas volto atrás e digo que estou ao lado dele”, conta.

Pedro tem 20 anos e relata que o seu primeiro contato com as drogas foi aos nove anos de idade, com cigarro, depois maconha, em seguida ‘pó’ (cocaína), chegando ao crack nos últimos anos. A mãe se culpa por ter descoberto tudo o que acontecia apenas quando Pedro teve um surto e precisou da ajuda do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da Secretaria de Saúde.

“A médica do Samu me recomendou o Caps e eu só tenho elogios pelo atendimento recebido. São profissionais maravilhosos, calmos, atenciosos. Não tenho do que reclamar”, elogia Marlene. Pedro ainda não conseguiu se livrar do vício, mas já sonha em trabalhar e estudar. Ele quer cursar História. Quer uma vida nova.

Conforme explica o psiquiatra Ronaldo da Silva, os pacientes que chegam ao Caps AD têm em comum as várias tentativas de abandono da drogadição. Pedem ajuda à família, que usa chás e internações em clínicas para desintoxicação. “Aqui, você vê como o ser humano se degrada em função da droga, mas também vê como é bonita a restauração”, afirma o profissional.

Serviço:

Funcionamento do Caps AD III de Ceilândia

De segunda a sexta-feira, das 7h às 21h

Sábado e domingo, das 7h às 19h

Endereço: QNN 1, conjunto A, lotes 45/47, Ceilândia Norte

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para Caps são protagonistas na luta contra as drogas

Enviando Comentário Fechar :/